A Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) iniciou o projeto piloto para testar uma nova geração de equipamentos informáticos a bordo das embarcações portuguesas, no sentido de modernizar a frota e prepará-la para os novos desafios das atividades no mar.

O projeto piloto contempla a instalação e teste em ambiente real de 5 diferentes protótipos de equipamentos embarcados, que se destinam ao teste de novas capacidades e tecnologias no âmbito do Vessel Monitoring System (VMS) e do Diário de Pesca Eletrónico na frota pesqueira, com transmissão de dados multicanal: o VHF Data Exchange System VHF (VDES), comunicações por satélite, por rede móvel e ainda por wifi.

Este piloto de teste irá contar com a participação de 5 embarcações (uma por cada protótipo), que foram selecionadas pela sua área de atividade e pelas artes utilizadas, já que se pretende a maior abrangência de experiência de utilização nos vários segmentos de atividade. Todos os equipamentos de última geração são diferentes entre si, atendendo que se pretende testar diversos tipos de usabilidade e de ergonomia por parte dos Mestres das embarcações e respetivas tripulações. Pretende-se ainda que nos próximos meses exista uma rotação dos protótipos para que todos possam testar as diferenças e assim, emitir a sua opinião sobre a experiência de utilização.

Com a realização desta ação, que conta com a inestimável colaboração da comunidade piscatória, a DGRM pretende obter os melhores resultados para a definição dos requisitos do futuro sistema de controlo da pesca, devidamente adaptado a quem mais o utiliza e que depende do mesmo para a sua atividade económica.

Esta ação é a sequência de uma atividade que a DGRM desenvolveu no passado, aplicação embarcada DPE+, que pretendeu facilitar a declaração dos dados relativos à atividade de pesca pelos utilizadores, que também se encontrou em utilização em algumas embarcações de pesca, e que está novamente em utilização no atual piloto de teste, incluindo uma versão móvel. Estas atividades encontram-se alinhadas com o plano da DGRM para a modernização e inovação dos sistemas de controlo das atividades marítimas, nomeadamente no setor da Pesca.

Veja a notícia aqui