O Yaounde Architecture Regional Information System (YARIS) capacitará a comunidade marítima da Rede Inter-Regional do Golfo da Guiné (GoGIN) para melhorar o controlo e vigilância das atividades no mar do Golfo da Guiné e nas áreas costeiras.

O concurso internacional foi adjudicado ao consórcio integrado pela Xsealence, Zertive e Splendid Advice, por ter apresentado fortes competências em soluções MCS de monitorização, controlo e vigilância no mar e zonas costeiras e pela forte capacidade de investigação e desenvolvimento demonstrada nos numerosos projetos desenvolvidos nos mais de 20 anos de atividade neste setor.

As questões de segurança no Golfo da Guiné têm vindo a ganhar acuidade em função do aumento significativo de incidentes de pirataria, bunkering, narcotráfico, tráfico de pessoas, imigração e pesca ilegal.

Neste contexto a União Europeia tem vindo a promover e financiar diferentes projetos dentro do programa de Rotas Marítimas Críticas, no qual se encontra inserido o projeto GoGin, que visa aumentar a segurança marítima no Golfo da Guiné com o objetivo final de promover a capacitação das autoridades marítimas a nível regional e nacional.

A solução técnica permite que todos os centros e organizações operacionais pertencentes à Arquitetura Yaoundé possam compilar, analisar e trocar informações relevantes de maneira integrada através de um portal que permite aos utilizadores o acesso a todas as aplicações, funcionalidades e módulos.

O Yaounde Architecture Regional Information System (YARIS) integra 19 países do Golfo da Guiné, 27 centros de controlo, que contam com uma média de 15 operadores, 10 centros de controlo nacional por país, com uma média de 10 operadores por centro, o que perfaz um total de mais de 3500 operadores do sistema.

No fornecimento  destaca-se pela sua importância para fiscalizar e gerir a zona, o sistema  MASMaritime Situational Awareness que consiste numa aplicação web que permite a criação e troca de informações marítimas entre os diferentes Centros de Controlo e entre diferentes utilizadores através de uma integração com um sistema de mensagens colaborativas instantâneas, sendo toda a atividade realizada arquivada através de um sistema de registo de eventos considerados relevantes do ponto de vista administrativo ou legal.

O portal conta também com aplicações de análise de dados a históricos, aplicações de monitorização e supervisão de dados estruturados e não estruturados, integração e análise de dados AIS/RADAR.

O sistema fornecido pelo consórcio que integra a Xsealence permitirá às autoridades dos países do Golfo da Guiné com competências na fiscalização da atividade de pesca bem como na vigilância e controlo marítimo, monitorar as atividades ilegais de forma integrada. Após a conclusão do Projeto GoGIN, o YARIS continuará a apoiar as atividades marítimas do Golfo da Guiné da mesma forma que durante o projeto.